Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ando a pensar nas férias todos os dias... E ainda falta tantooo!!

 

image.jpg

 

 

image.jpg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Apetece-me tanto chorar... O homem se ouve isso, vai dizer, "jura??" Diz que estou sempre de lágrima no canto do olho por tudo e por nada.

E qual é o problema de chorar, de chorar com publicidades, com filmes, com notícias, quando estou com o período e tudo me irrita, quando estou feliz, quando estou tão cansada que choro e rio ao mesmo tempo?? Não preciso de estar com uma depressão para chorar, nem preciso estar horrivelmente triste. Choro quando me apetece porque me alivia e porque não faço qualquer esforço para conter as lágrimas.

Aliás, este é um truque para mantermos a sanidade mental intacta e de boa saúde. Chorar, extravasar emoções e escolher, pelo menos uma amiga que não te julgue, para que te sirva de psicóloga e voilá, serás uma pessoa mentalmente estável... Pelo menos é o que sinto. Ah, fazer desporto também ajuda.

Quando digo ao homem que estive com a pessoa x (geralmente a psicóloga de serviço) e que estivemos a chorar, ele diz sempre " oh porque é que fizeste isto?? Vão pensar que estás triste e que levas uma vida miserável. Ao menos disseste que estavas na altura do mês??"

Oh homem ninguém quer saber disto, nós choramos da mesma maneira que levamos labello à boca... Sem stress, ninguém vai pensar que me maltratas, que somos uns infelizes que nos vamos separar...

Para ele chorar é o expoente máximo da tristeza, de uma tristeza avassaladora, justificável só com a perda de alguém ou de algum dos seu objectos vintage que ninguém sabe para que serve.

Pronto, mas apetece-me chorar porque estou na deprimência do último dia de férias. Como é que isto passou tão depressa, como, como, como???

E só agora percebi que o que queria mesmo era férias em Setembro, é verdade que só me dei conta disto agora, mas queria em Setembro. Vou ter de falar com a chefe e ela vai ter de me cancelar as férias de Agosto... Se não choro, choro e choro muito, choro até mexer-lhe com o nervo miúdo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Viagem ao Pico!!

18.08.14



Acabei de chegar ao Pico!!

Já paramos que nem esganados por mar no pocinho para dar um mergulhaço. De malas e bagagens no carro a trocar bikinis e calções em plena estrada...

Aqui não há regras nem horários, se apetece, faz-se ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Férias

15.08.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agora que estamos de férias, temos mais tempo para fazer o que gostamos e eu que estou em vias de me enclausurar numa ilha fantástica sem internet já ando a preparar a lista de coisas para ler, para ver e para fazer. Gosto muito de documentários e encontrei uma lista de 10 documentários imperdíveis.

 

 

 

Bowling for Columbine

 

 

 

 

 

 

 

O documentário tem como ponto de partida o massacre de Columbine em 1999. Michael Moore analisa a cultura e política das armas fazendo uma relação com os sucessivos ataques violentos nos Estados Unidos. Para muitos é uma obra de culto, para outros Moore tornou-se num traidor da pátria. Ganhou um Oscar em 2002

 

 

 

 

Bill Cunningham New York

 

 

 

 

 

 

É um documentário ideal para quem gosta do mundo da moda. Gira em torno da vida do fotógrafo Bill Cuningham que, para muitos, inventou o tão em voga "street style". Bill, agora com 80 anos, andou durante anos pelas ruas de Nova Iorque a fotografar pessoas que se evidenciavam pelo seu sentido estético e fashion. As suas fotos instantâneas fazem parte da história da comunicação e da moda.

 

 

 

 

The Cove

 

 

 

 

 

 

Trata-se de um comovente documentário sobre a matança e caça de golfinhos no Japão, mais precisamente, em Taiji, localidade onde mais golfinhos caçam para aquários e parques marinhos. Escolhem os chamados nariz-de-garrafa para este fim matando de forma grotesca os restantes. Grande parte deste documentário foi filmado de forma oculta devido às sucessivas intimidações. Ganhou o Oscar de melhor documentário em 2010.

 

 

 

 

 

The Thin Blue Line

 

 

 

 

 

 

É um filme sobre um homem condenado à morte por um assassinato que não cometeu. Dirigido por Errol Morris em 1988, a repercussão e mediatismo foi tanta que decidiram rever o caso chegando à conclusão que Randal Adams era inocente. Considerado dos países mais desenvolvidos do mundo, os Estados Unidos da América, tem a pena de morte instituída e em muitos casos julgamentos errados fizeram com que inúmeros inocentes perdessem a vida.

 

 

 

 

 

Tirar, comprar, Tirar

 

 

 

 

 

Fala da propositada curta duração dos objectos para que estejamos de forma continua a comprar e a lança-los fora. Porque se os objectos durassem para sempre o negócio para os fabricantes seria consideravelmente menor. Um documentário que faz-nos abrir os olhos.

 

 

 

 

Inside Job

 

 

 

 

 

 

Um documentário que recebeu um Oscar em 2011 e que tem como tema a tão malograda crise. Através de investigações , entrevistas com banqueiros, jornalistas, intelectuais e políticos, Inside Job tenta explicar o porquê do desmoronamento do mundo financeiro que começou em 2008.

 

 

 

 

Grizzly Man

 

 

 

 

 

 

Timothy Treadwell foi um ecologista apaixonado pelos ursos grizzly, ao ponto de todos os verões durante treze anos seguidos, se instalava de tenda e bagagens em pleno Alasca. O documentário recorre à sua experiência, intercalando imagens gravadas por ele próprio na companhia dos ursos e entrevistas com os guardas do parque. Em 2013 ele e a sua namorada foram atacados e devorados por um urso.

 

 

 

 

Searching for Sugar Man

 

 

 

 

 

 

É a história de Rodriguez, um cantor de Detroit que conseguiu gravar um disco que nunca teve sucesso no seu país. No entanto e sem saber os seus temas converteram-se na banda sonora da luta contra o apartheid em África de Sul, tornando-se num mito. Esta maravilhosa história ganhou um Oscar como melhor documentário em 2013.

 

 

 

 

Born into Brothels

 

 

 

 

 

 

A fotografa nova-iorquina Zana Briski estava documentado a vida das prostituas de Calcutá, quando passou a dar foco aos seus filhos. Briski começou por ensinar-lhes a fotografar, a ver o mundo através dos filhos das prostitutas de Calcutá, deu-lhes máquinas fotográficas e liberdade para que fotografassem o que quisessem. Com o material recolhido a fotógrafa fez uma exposição e com o dinheiro da mesma investiu na educação dos meninos. Ganhou um Oscar em 2005.

 

 

 

 

 

An incovenient truth

 

 

 

 

 

 

Um documentário que valeu a Al Gore um Oscar e o Prémio Nobel da Paz em 2007. Trata-se de uma chamada de atenção sobre o dano que a humanidade está a fazer ao planeta e cuja factura não tardaremos muito a pagar. Uma fantástico estudo sobre o aquecimento global, cuja veracidade foi posta em causa por uma parte da comunidade científica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha mãe é a maior por 7322 razões mas, principalmente por ser a melhor do mundo e por fazer com que a minha chegada a casa, após duas semanas de férias, fosse uma aterragem no paraíso.

Quando abri a porta do meu doce lar, arrastando todas as nossas tralhas, que de tralhas percebe o chefe cá de casa, deparei-me com uma casa que tinha sido limpa e escabelada* de tal modo que se podia lamber o chão. Para além disso quando abri o frigorífico tinha a minha sopa de feijão predileta pronta para ser consumida... Ai que recepção maravilhosa!!

Como se não bastasse na minha varanda tinha este lindo presente




A minha mãe é a maior...

* escabelada quer dizer limpa até ao mais ínfimo pormenor; esfregada

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já estou de regresso a casa e as férias já terminaram, neste momento estou de folgas, mesmo a calhar para ver o nosso rancho português dar uma cabazada de golos nos germânicos.

 

A esperança é sempre a última a morrer...

 

Hoje no aeroporto a febre do mundial estava ao rubro, apanhei um vôo internacional com paragem em Ponta Delgada e por isso presenciei as partidas todas para o Brasil. No espaço de uma hora ou duas saíram uns sete vôos. Portugueses, Alemães, Franceses, Ingleses, Holandeses tudo com destino final a Copa do Mundo... E nos os dois com destino a PDL, que falta de chiqueza...

 

Não percebo porque é que a Renova não fabricou uma edição limitada de papel higiênico com a cara da Merkel... Falta de visão empresarial. É que ainda exportávamos para os gregos, espanhóis e irlandeses e agora o Gana e os Estados Unidos também iriam ser uns potenciais consumidores. Enfim... Também, não dou para tudo. Tudo eu, tudo eu!!

 

Espero ansiosamente pelo dia de amanhã, porque para além de ser uma alta consumidora de futebol gostava tanto de humilhar quem manda na Europa. Mas uma coisa em grande, tipo à Holandesa. Entretanto, no aeroporto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma pessoa quando sai à noite arranja-se e tenta por-se jeitosa e tal, mas aqui por Albufeira parece que o mote é quanto mais rabo e mamocas conseguires mostrar ao mesmo tempo, mais "in" estás. E se montares o toiro mecânico assim vestida, ui... És a rainha da noite. Eu percebo, as moças estão de férias num pais estrangeiro, com um sol do caraças, que quer queiramos quer não chocalha as hormonas que é um disparate e o que se passa num país estrangeiro fica no país estrangeiro (ah não é bem assim o ditado...).

 

Até aqui tudo ok, o álcool e os escaldões também não devem ajudar muito na altura de decidir o traje nocturno. Agora que me apareçam na piscina com fatos de banho de minha avó Zizuina tenham dó. Portuguesa que se preze tem um bikini brasileiro ou a imitar o brasileiro que a gente gosta de se bronzear e se há hora e local para mostrar carnixa da boa é na praia. As brancas de neve que andam todas descascadas à noite, com t-shirts a serem utilizadas como vestidos e mesmo assim... Aparecem-me com fatos de banho que mais parecem vestidos, com cuecas que parecem calções e com bikini superior que mais parecem capacetes... Oh raparigas enquadrem-se que quem anda toda desenquadrada sou eu...

 

A expressão "avó Zizuina" era uma expressão muito utilizada na minha adolescência e devo dizer que não conheço ninguém que tenha uma avó nem ninguém com este nome... Acho que ninguém conhece :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Férias

12.06.14

Já me encontro por terras algarvias. Terra de sol, de mar, de "cámones" completamente escaldados, terra de laranjas e altas temperaturas, de peixe e marisco, de planeamento urbano horripilento, de rotundas espalhafatosas, de gente simpática e hospitaleira, terra de areia branca e bebidas frescas, de pescadores e agentes de turismo. Terra onde há muito sol e um bom café, que isto de ir para Espanha apanhar sol tem o senão de beber do pior café. Estou de férias, a apanhar sol e a dormir sestas debaixo do guarda sol, usufruir de tudo o que é esplanada e bebidas frescas, a lêr e a dormir sempre que posso... Oh como é bom estar de férias :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Seguir Pineapple

pineapple2

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





A ver

Screen Shot 2014-06-26 at 12.30.50